Apoiomedicos maconha

As arquibancadas do Estádio Lorenzo Arandilla, casa do Brown de Adrogué, estão vazias desde que a pandemia do novo coronavírus paralisou o futebol na Argentina. E, durante esse período, livre dos pisões dos torcedores, um fato inusitado aconteceu: um pé de maconha nasceu em meio ao cimento.

A planta de maconha surgiu no lugar em que costumam torcer as organizadas do clube, um dos participantes da Primera B Nacional, equivalente à Segunda Divisão da Argentina. Mas esse não é o primeiro caso de maconha no futebol e muito menos nos estádios. no Uruguai os torcedores do Penharol (primeira divisão) já encontraram uma plantinha de maconha também na arquibancada.

Embora a bola não esteja rolando no país vizinho, a quarentena tem sido movimentada nos bastidores. Nesta semana, Chiqui Tapia foi reeleito presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), até 2025, e oficalizou a criação da Liga de Futebol Profissional (LFP), que substituirá a Superliga e organizará os torneios de clubes.

Também ficou decidido que não haverá rebaixamento no país até 2022. Este ano ocorrerá um torneio-tampão para definir as duas vagas restantes da Argentina na Libertadores do ano que vem. A partir de 2021, o campeonato local passará a ser anual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here